inescburg@yahoo.com.br

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Agricultura biodinâmica




Conheça a família Buske, que trabalha com agricultura biodinâmica na Região Central

Em Dona Francisca, os irmãos Alcione e Paulo, e a matriarca da família, trabalham com produtos sem agrotóxicos desde a década de 80

Por: Liciane Brun
27/08/2015 - 20h13min
Conheça a família Buske, que trabalha com agricultura biodinâmica na Região Central Ronald Mendes/Agencia RBS
Foto: Ronald Mendes / Agencia RBS


O sabor de comer uma verdura fresca e recém-colhida de uma ampla horta é frequente na propriedade dos Buske em Dona Francisca, na Região Central. Mas não é só isso: há pelo menos 10 anos, a família é adepta da agricultura biodinâmica, um processo que envolve muito mais do que a produção de alimentos sem venenos e agrotóxicos.   
A propriedade, que existe há mais de 100 anos, abriga, em cerca de 30 hectares, lavouras de arroz, hortas, animais, um açude com criação de peixes e um pomar com goiabas, uvas, mangas, pitangas e outras frutas. 

A família trabalha em conjunto na propriedade, no plantio, na horta e nas tarefas da casa. Isso inclui os irmãos, Alcione e Paulo, a matriarca, Ingrid Buske, a esposa de Paulo, Márcia, e os pequenos, Johan Gabriel, 8 anos e Ainê Sofia, 6 (filhos de Alcione), e Janaína, 6 (filha de Paulo).

– Para que prospere uma agricultura sustentável é necessário que a família seja a sua grande protagonista. Não se pode imaginar um cenário de uma agricultura sem a presença de agricultor, agricultoras e suas descendências que farão a sucessão da atividade – diz o professor especialista em agroecologia José Geraldo Wizniewski, da UFSM.

Ele explica e contextualiza os conceitos da agricultura biodinâmica, que envolve muito mais do que uma filosofia de vida.
– A relação estabelecida pelo homem com a natureza, na perspectiva da agricultura biodinâmica, se aproxima do que entendemos por uma relação holística do homem com a natureza.

A história da família Buske será contada na reportagem do Bem Viver! do fim de semana. Veja, em vídeo, como funcionam os conceitos da biodinâmica aplicados dentro da propriedade dos Buske. Na edição do fim de semana, a matéria completa mostra também os benefícios da alimentação orgânica.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Concursos para docentes


  1. Até 13 de setembro de 2015 estarão abertas as inscrições do concurso para docência na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). A prova escrita será dia 27 de setembro, das 9h às 12h e o resultado final será divulgado no dia 15 de outubro de 2015. A vaga de ciências agrárias é para Agroecologia. A inscrição deverá ser efetuada pela Internet, no endereço eletrônico http://www.utfpr.edu.br/concursos.
  2. Foi publicado o Edital para diversos concursos da UFF, dentre os quais o de Sociologia Rural. Todas as informações concernentes podem ser obtidas neste site: https://sistemas.uff.br/cpd/home.cpd

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Escócia proíbe cultivo de alimentos transgênicos

http://www.thegreenestpost.com/escocia-proibe-cultivo-de-alimentos-transgenicos/

Desde janeiro, a União Europeia aprovou Lei que autoriza qualquer um de seus países a rejeitar o cultivo de alimentos transgênicos em seu território – seja por razões socioeconômicas, ambientais ou de espaço – e, agora, a Escócia quer fazer uso desse direito.
Oito meses depois da decisão, a nação anunciou que será o primeiro país da União Europeia a proibir o cultivo de culturas geneticamente modificadas em seu território.
“Somos conhecidos no mundo todo por nosso belíssimo cenário natural. Proibir a produção de culturas geneticamente modificadas irá proteger e melhorar ainda mais o nosso status de país verde e limpo”, afirmou em nota Richard Lochhead, ministro do Meio Ambiente, Alimentos e Assuntos Rurais da Escócia.
Será que um dia o Brasil também terá essa visão?
Foto: Kumar’s Edit/Creative Commons 

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Filme "As Sementes"

Mulheres e agroecologia
O curta "As Sementes", do diretor Beto Novaes, retrata a história de mulheres que de diversas maneiras têm atuado em defesa da agroecologia no Brasil.
Confiram! ‪#‎Feminismo‬#Agroecologia.