inescburg@yahoo.com.br

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Briga de cachorro grande


Syngenta processa Bunge por veto a milho transgênico
 
A Syngenta Seeds, que integra a gigante agroquímica Syngenta AG, ingressou na Justiça contra a Bunge após ver recusada uma de suas variedades de milho transgênico.
 
A Syngenta alega que as operações da Bunge América do Norte estão recusando ilegalmente operar com uma de suas variedades de milho Bt [inseticida].
 
Na ação apresentada segunda feira à Corte Iowa, a Syngenta alega que a Bunge notificou seus fornecedores que não aceitará o novo milho da Syngenta, Agrisure Viptera, liberado ano passado nos EUA.
 
A Syngenta disse que a Bunge isolou seu milho, junto com uma soja da Pioneer Hi-Bred International (DuPont), justificando que seus elevadores não poderiam aceitar o grão uma vez que ele não foi aprovado pelos principais destinos de suas exportações.
 
A Syngenta afirma que a atitude da Bunge é ilegal e que a variedade tem as aprovações nos maiores destinos, incluindo Austrália, Brasil, Canadá, Japão, México, Nova Zelândia, Filipinas, Coreia e Taiwan.
 
Porém, falta aprovação da China, que nos últimos meses tem comprado volumes crescentes do cereal estadunidense.
 
Segunda a Syngenta, a aprovação da nova variedade de milho pela China deve ser obtida em 2012.
 
A Syngenta ainda afirma na ação que a China não é um grande mercado para o milho dos Estados Unidos porque as importações de milho pelos EUA representaram menos de 3% do total das exportações em 2010-2011. (…)
 
Com informações da Reuters, 22/08/2011.

AS-PTA

Nenhum comentário: