inescburg@yahoo.com.br

segunda-feira, 9 de março de 2009

"Morgellons disease" e transgênicos

Uma doença que provoca rupturas na pele pela erupção de fibras desconhecidas (aparentemente constituídas de celulose contendo minerais como alumina e calcita) com desfiguração e infecções secundárias, especialmente em crianças e idosos, designada "Morgellons disease", se espalhou por todos os 50 estados dos EUA nos últimos 10 anos, concomitantemente à expansão dos transgênicos. Já há casos diagnosticados em países da Europe e África, no Japão, Filipinas, Indonésia e Austrália. O problema se agravou ao ponto de ser instituída uma pesquisa oficial do CDC (Centers for Disease Control - USA) para determinar as causas dessa síndrome. Há indicações científicas de que é causada por Agrobacterium tumefasciens, o organismo mais alterado e trabalhado pela Enga. Genética, que ensinou ao homem essa pseudo-tecnologia e fornece as Ti-Plasmids (Ti = Tumor Inducing, que produzem tumores nas raízes), estruturas de transferência de material genético que são usadas para carregar e inserir os transgenes. Como os Agrobacteria são muito promíscuos na aquisição de ácidos nucleicos e estão presentes em todos os solos do mundo, é provável que tenham incorporado genes de virulência para humanos, por exemplo, dos "promotores virais" usados na montagem de transgenes e seus mutantes, que continuamente se desprendem dos milhões de toneladas de resíduos transgênicos que se decompoem pelos campos cultivados espalhando-se pelo ambiente.Vejam abaixo o resumo das pesquisas do Dr. Vitali Citovsky (da SUNY - State University of New York, Stony Brook, NY) que tem muitas publicações sobre a infectividade de Agrobacteria em animais. Ele identificou a presença de genes de Agrobacterium derivados tanto de cromossomos como da Ti-plasmid, incluindo T-DNA, nos tecidos amostrados de todos os pacientes com Morgellons analisados na pesquisa.

Informações em:
http://www.morgellons-disease-research.com/,
http://www.globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=9891
http://www.morgellons.org/suny.htm

Se essas suspeitas forem confirmadas fica em aberto a possibilidade de que a "Morgellons disease" seja apenas a "ponta do Iceberg" de inúmeras doenças novas, mas sem sintomas tão visíveis, que podem estar sendo geradas pela contaminação transgênica do ambiente e alimentos, pois os trangenes perduram nas micelas de argila do solo, na água e no trato digestivo de animais - onde podem ser absorvidos por inúmeros micróbios benéficos ou inóquos à saúde até o momento.

Fonte:
Dr. Geraldo Deffune G. de Oliveira (Eng°Agr°, PhD)
Alelopatia, Biodinâmica e Agroecologia Aplicada
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AGRICULTURA BIODINÂMICA

2 comentários:

Anônimo disse...

Quanta besteira...

Cristina de Toledo Bonemer disse...

O Dr. Geraldo é um homem sério,atencioso e trabalhador.Além de competente e preocupado com a biossegurança.